Busca no Site:
Eventos
 
Do janeiro apertado
 

Realmente o carnaval énecessário e indispensável. E este ano mais do que em qualquer outro. Passamos um ano sofrido com a vitória da Alemanha, a organização da Copa, eleições, aumento de juros e custo de vida, falta de chuvas e enchentes em outros lugares e não sei mais o que mais. Sem falar na queda da bolsa de valores, desvalorização do dólar, queda de preços das matérias primas, com exceção do café. E falta de água e terrorismo internacional. Um ano que passou com poucas alegrias. E aíestamos em janeiro de 2015.

Férias, sol de rachar, temperaturas insuportáveis, black out ou apagão, matança em Paris, racionamento de água em São Paulo e Minas, tudo a mais que a natureza nos dáe tira. E nessa situação pouco se pode influir, apesar de que pode se prever, administrar e reduzir as dificuldades. Mas, como disse um ministro novato quando do apagão que atingiu a maior parte do país, Deus ébrasileiro, e assim, os que são responsáveis por isso esperam soluções divinas. E velhos problemas são novos velhos problemas e sem nenhuma solução.

Mas, nem de longe a lista acaba aí. Janeiro éo mês em que vêm cobranças dos impostos e taxas, despesas com colégio e mais e mais. Terrível este mês porquêtodo ano essas despesas aumentam mais. E este ano não foi diferente. À choradeira dos governantes de que o caixa estávazio junta-se o aumento de salários dos novos governantes e o escândalos de corrupção onde, como no caso da PETROBRAS, o dinheiro foi desviado como se o Rio Amazonas mudasse de curso. Além dos impostos estaduais e municipais, o governo federal apertou o cinto do Brasil e aumentou os impostos e os juros, apertou o crédito  e tudo o mais que tem direito ou não.

O fato éque todas essas medidas vão contrair o mercado, diminuir o emprego, aumentar a inadimplência e retrair os investimentos. Não importa a macro economia, importa impacto dessas medidas na vida familiar e empresarial de cada um. E aía velha prudência com dinheiro, endividamento e segurança vaivaler mais do que nunca. Por outro lado, surgem também oportunidades, às vezes atélamentavelmente com a queda dos concorrentes, que podem ser aproveitadas. E nisso tudo, para os negócios, tratar bem os clientes velhos e achar novos, oferecendo melhores serviços e produtos, serácrucial. Da crise sai-se vencedor. Ou derrotado. Decida vocêo que quer ser e como vai ser. Porque Deus ébrasileiro sópara o ministro que nunca pagou uma conta sequer do seu próprio bolso. E depois de janeiro ainda hávida e carnaval.



Clique para imprimir! Voltar a página inicial! Voltar a página anterior!
 
 
 
 












Paulo Rivetti

AGENCIA BRASIL

Stefan Salej

www.canilmolossosdecamargos.com.br

TURMA DO BUNEKO

Venha se Hospedar na Morada do Sol

Camara Municipal de São João Del Rei

FORMULA PARA CÁLCULOS DE JUROS

Unimed São João Del Rei

Fotos dos eventos com cobertura jornalistica de O Raio

ATLHETIC CLUB

NUCAVE - Núcleo Campos das Vertentes

ACESSE OS RESULTADOS DAS LOTERIAS

 

 

 
  A Empresa | Eventos | Guia de Negócios | Legislação | Destaques | Contato | Mapa do Site
Todos os Direitos Reservados © 2018 DACAF - NOTICIAS E EVENTOS
Jornalista Responsável: Dermeval Antônio do Carmo Filho - MTE 17933MG
 
 
Página inicial Dacaf! Revista O Raio!